sexta-feira, 12 de abril de 2013

A estimulação infantil através do método Bobath


>





O avanço da medicina tem permitido que crianças prematuras, de até 25 semanas de gestação, sobrevivam. Entretanto, por não terem passado tempo suficiente na barriga da mãe para se desenvolver, essas crianças podem apresentar danos neurológicos que refletirão na parte motora. Por isso, deverão ser estimuladas para apresentar um desenvolvimento motor próximo do normal.

Entre as técnicas de reabilitação neuromuscular está o método Baby Bobath, que utiliza os reflexos e os estímulos sensitivos para inibir ou provocar uma resposta motora. Este método se baseia em manipulações da criança que estimularão o desenvolvimento motor normal da cabeça e do tronco, braços, mãos, pernas e pés, ajudando na prevenção de deformidades e no relaxamento da criança.

Audrei Fornutato Miquelote, fisiterapeuta do Nutri&Fisio e especialista em fisioterapia neonatal, afirma que o resultado irá depender bastante do grau da lesão da criança. “Quanto mais leve a lesão, o desenvolvimento é mais próximo ao de uma criança normal, sendo que essa criança pode desenvolver praticamente todas as atividades de uma criança normal”, comenta.

A estimulação através do método Baby Bobath proporciona à criança acompanhar a escala neuroevolutiva. “O ideal é fazer uma estimulação precoce para que a criança desenvolva a parte cognitiva, que permitirá que ela possa acompanhar as demais crianças na escola”, diz.

Ela ainda lembra que o estímulo dos pais é fundamental. “É importante que os pais estimulem a criança, deixando-as no chão e colocando objetos que atraiam o interesse para que ela possa se movimentar em busca destes objetivos”, finaliza.

Você conhece o nosso Drive Virtual de Conteúdo? Clique aqui e conheça!

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comment

facebook

Outros Posts de Terapia Manual


Receba no seu Email:

Todos os posts deste blog