quinta-feira, 11 de abril de 2013

Como devem ser as atividades do método Halliwick


>





As habilidades simples de ficar de pé, andar, saltar – tanto para frente quanto para trás - e virar-se na água devem ser adquiridas como base para a independência e para preparar a pessoa para a natação. Todas as atividades devem começar com a posição estável de “bola”. À medida que o controle melhora, a pessoa pode ser encorajada para desenrolar o seu corpo em forma de “bastão”, para alcançar movimentos mais finamente equilibrados.

A flutuação como uma força na água pode ser usada para auxiliar o movimento e contrariar os efeitos gravitacionais. A fim de compreender o impulso para cima, ou flutuação, a pessoa pode ser incentivada a empurrar para baixo, objetos menos densos do que a água – quando soltos, eles subirão a superfície.

Quando uma pessoa está soprando dentro da água e ganhou certo controle rotacional, podem ser introduzidas atividades que a levam ao fundo da piscina. Na forma de “bola” a pessoa virá à superfície rapidamente. Ao apreciar que a água a empurra para cima até a superfície, o ajustamento mental está quase completo. Essas atividades exigiram um bom controle respiratório, mas a respiração não deve ser nunca presa.

Não há limite para as atividades que podem ser elaboradas. Os objetivos podem ser atingidos através de recreação, mas o terapeuta deve manter em mente o ponto de ensino de cada atividade, de modo que, o conteúdo terapêutico e recreacional sejam executado. Maior benefício é muitas vezes derivado do tratamento de grupo, e a pessoa ganha com o companheirismo e a competitividade que oferece, e é encorajada a trabalhar mais tempo e a concentração mais intensamente.

Você conhece o nosso Drive Virtual de Conteúdo? Clique aqui e conheça!

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comment

facebook

Outros Posts de Terapia Manual


Receba no seu Email:

Todos os posts deste blog