quinta-feira, 11 de julho de 2013

Os grandes benefícios da Hidroterapia


>





A Hidroterapia propriamente dita nada mais é do que uma terapia onde se utiliza a água como um meio ou forma de tratamento. Dentre elas a mais conhecida e utilizada é a Fisioterapia Aquática realizada em piscinas aquecidas em torno de 33 à 34C com sessões individuais, onde  se utilizam os benefícios fisiológicos da água aquecida com suas propriedades físicas aliadas as técnicas específicas da Fisioterapia sempre de acordo com as necessidades individuais de cada paciente com objetivo de tratar, reabilitar, reeducar e recuperar as funções
motoras e sensoriais. No qual difere da hidroginástica e natação, sendo estas atividades, físicas e esportivas normalmente realizadas em grupos com profissionais de Educação Física objetivando o condicionamento físico e melhora da qualidade de vida.

A Hidroterapia é indicada não só para aqueles que apresentem uma patologia, mas para aqueles que por ventura perderam algum movimento ou alguma função seja ele permanente ou temporária mais também para aqueles que apresentam algum quadro de dor muscular ou articular, bem como aqueles que queiram melhorar sua postura e prevenir – se de possíveis dores.

A grande vantagem do trabalho fisioterápico no meio líquido são seus efeitos fisiológicos: melhora da circulação periférica, retorno venoso, taxa metabólica, melhorando o suprimento sanguíneo para os músculos e o seu metabolismo geral, diminuindo a sensibilidade nos terminais nervosos reduzindo a dor e o tônus muscular promovendo assim o relaxamento muscular.

A outra grande vantagem do meio líquido é a maior liberdade de movimento possibilitando trabalhar grandes músculos em grandes amplitudes e em diferentes direções (movimentos tridimensionais e diagonais) ao mesmo tempo de forma segura.

A redução da ação da Força de Gravidade beneficia o inicio de descarga de peso, principalmente para os pacientes pós - fraturas ou pós - cirúrgicos ortopédicos para a reabilitação ortostática e da marcha com mais segurança e mais confiança.

A ação da flutuação e turbulência promove alterações posturais, estimulando as reações de endireitamento e equilíbrio, favorecendo a consciência corporal, noção espacial, equilíbrio, propriocepção e a estabilização proximal do tronco. A força muscular pode ser aumentada com a resistência do exercício de 6 a 15 vezes em relação ao ar.

O efeito psicológico principalmente para os pacientes neurológicos com limitações na locomoção que utiliza cadeira de rodas ou aparelhos, pela facilidade e pela liberdade de movimentos melhorando a moral e proporcionando mais autoconfiança.

Na Fisioterapia Aquática existem técnicas ortodoxas de tratamento como o Bad Ragaz e o Halliwick, mas também conta com um arsenal de novas técnicas ( Feldenkrais, Técnicas de Fisioterapia Manual Aquático, e Pilates Aquático ) e de trabalhos corporais aquáticos ( Watsu, aquadinamic ) que a cada dia  ganha mais espaço devido a plasticidade, harmonia e qualidade de vida que proporciona.

O fisioterapeuta que trabalha com Hidroterapia deve ter bem claro antes de inicia –los: conhecer os princípios físicos da água e os efeitos que pode provocar no paciente, estudar cada caso individualmente, ter conhecimentos das técnicas de tratamento fisioterápico em piscina terapêutica, para então desenvolver um protocolo de tratamento mais adequado onde os exercícios devem se basear nestas propriedades e nas varias formas de graduação possíveis, podendo facilitar estes exercícios quanto dificultá – los.

Você conhece o nosso Drive Virtual de Conteúdo? Clique aqui e conheça!

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comment

facebook

Outros Posts de Terapia Manual


Receba no seu Email:

Todos os posts deste blog