sexta-feira, 13 de setembro de 2013

RPG: muito além da correção postural


>





A busca pelo equilíbrio está também na reeducação. Este é o propósito do RPG, a Reeducação Postural Global, uma terapia que veio da França e foi criada em 1980 pelo fisioterapeuta Phillipe Souchard. O princípio do RPG é a busca pela conscientização corporal, por meio de técnicas específicas para o alongamento muscular. A prática leva em conta às necessidades de cada pessoa, através do entendimento de que todo organismo é único e precisa ser tratado de forma global.

O método se propõe a corrigir alterações posturais, que muitas vezes não são percebidas e que surgem devido a hábitos errados, que as pessoas costumam acumular na realização de suas tarefas rotineiras. Por exemplo, uma mochila ou bolsa com muito peso, quando carregadas diariamente, pode trazer uma sobrecarga nos ombros e nas costas e provocar danos à saúde da pessoa. Assim como outros costumes que podem levar a problemas em determinadas articulações.

O RPG pode ser utilizado para diversos fins, portanto, os benefícios podem ser terapêuticos ou preventivos. Trata-se de um meio de reeducação postural, uma vez que os exercícios de alongamento são trabalhados juntos com a respiração, de forma a conscientizar a pessoa do seu corpo e mente. A técnica pode ainda minimizar dores nas costas, lesões musculares, problemas ortopédicos, hérnia de disco, entre outros.

Cabe ressaltar que o RPG leva ao fortalecimento do tônus postural, eliminando tensões acumuladas no dia a dia e ainda minimiza problemas emocionais, mediante a realização do trabalho respiratório. O procedimento ajusta ainda o desequilíbrio muscular, que prejudica pessoas com labirintite e também minimiza tensões que se acumulam nos ombros devido a dores de cabeça, por exemplo. O resultado será, não somente a correção dos problemas posturais, como grande melhoria no quadro emocional do paciente, proporcionando desta forma maior qualidade de vida e saúde.

O RPG deve ser realizado pelo fisioterapeuta, que indicará o tratamento indicado para cada pessoa. O número de sessões necessárias é medido de acordo com cada caso, mas, geralmente é feito de uma a duas vezes na semana. Cada sessão leva em torno de uma hora e é realizada individualmente. O método não apresenta qualquer contraindicação, sendo bastante indicado qualquer faixa etária.



Você conhece o nosso Drive Virtual de Conteúdo? Clique aqui e conheça!

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comment

facebook