terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Saiba mais sobre a Tração


>




http://3.bp.blogspot.com/-I70c5LqwoJE/UAOFkgsthsI/AAAAAAAAARc/e3Kyypo5jq4/s1600/44.png

A tração é definida como o processo de tracionar um segmento do corpo com o objetivo de separá-lo. Este procedimento pode ser executado mecanicamente, utilizando-se uma máquina de tração ou pode ser feito manualmente. A tração pode ser tolerada pelo paciente durante o estágio agudo e tem a vantagem de alargar o espaço discal e possivelmente reduzir a protrusão nuclear diminuindo a pressão no disco.

O efeito principal da tração é o aumento ou manutenção da densidade do osso. Nos ligamentos encurtados a tração é importante no restabelecimento do comprimento normal, pois, fornece tensão que estimula o ligamento a fazer mudanças adaptativas sobre o comprimento e força. Nos discos a tração tem um bom efeito sobre a dor por aumentar a separação dos corpos vertebrais diminuindo a pressão central no espaço do disco e estimulando o núcleo do disco que volta a posição central, permitem melhor fluxo de sangue no músculo que também ativa os proprioceptores diminuindo a irritação muscular.

 Indicações:

  • Compressão da raiz nervosa
  • Herniação discal
  • Espondilolistese
  • Estreitamento do forame intervertebral
  • Formação de osteófitos
  • Doenças articulares degenerativas
  • Dor subaguda
  • Hipomobilidade articular
  • Dor discogênica
  • Espasmo muscular ou protetor
  • Distensão muscular
  • Contratura de ligamento vertebral ou tecido conjuntivo
  • Melhora do fluxo arterial, venoso e linfático.

Contra-Indicações:

  • Entorse ou distensões agudas
  • Inflamação aguda
  • Fraturas
  • Instabilidade articular vertebral
  • Tumores
  • Doenças ósseas
  • Osteoporose
  • Infecções nos ossos ou articulações
  • Condições vasculares
  • Mulheres grávidas
  • Problemas cardíacos ou pulmonares.

Você conhece o nosso Drive Virtual de Conteúdo? Clique aqui e conheça!

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comment

facebook