segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Contra-Indicações para a Tração Manual


>




http://3.bp.blogspot.com/-I70c5LqwoJE/UAOFkgsthsI/AAAAAAAAARc/e3Kyypo5jq4/s1600/44.png

A terapia manual é uma modalidade terapêutica composta por vários procedimentos, utilizada no tratamento de distúrbios mecânicos das estruturas músculo-esqueléticas. Estes procedimentos incluem técnicas de manipulação, mobilização passiva, mobilização neuromuscular, tração manual e massagem nos tecidos moles.

A tração manual consiste na aplicação de uma força de distração longitudinal para promover alongamento dos tecidos moles adjacentes à coluna vertebral
As vantagens da tração manual incluem o feedback sensorial do toque, a especificidade da técnica e o conforto do paciente, mantendo-o em repouso. Alguns efeitos fisiológicos da tração incluem a descompressão das estruturas articulares, neurológicas e vasculares, o alongamento dos tecidos moles e a estimulação dos mecanorreceptores, proporcionando alívio da dor e redução do tônus muscular.

A ampla aplicação da tração manual como tratamento para várias disfunções musculoesqueléticas na prática clínica do fisioterapeuta. Os profissionais que desejem adotar este método devem ter treinamento suficiente do procedimento e estar atento às contra-indicações.

A falta de habilidade para aplicação de tração constitui a maior contra-indicação para seu uso, pois é a mais comumente desprezada.

A instabilidade ligamentar cervical, que pode ser vista em artrite reumatóide ou outras condições, é uma contra-indicação absoluta para tração cervical, evitando assim subluxação atlantoaxial e comprometimento medular. Existindo uma doença do sistema arterial ventro-basilar, em combinação com tração feita com a cabeça impropriamente estendida ao invés de fletida., pode ocorrer comprometimento da circulação.

Qualquer condição ou processo de doença da coluna no qual o movimento está contra-indicado.

Um tumor documentado ou suspeitado na região da coluna é uma contra-indicação absoluta para o uso de tração. Assim como na presença de processo infeccioso da coluna ou tecidos de sustentação, como discite ou tuberculose.

Torções, distensões e inflamação aguda agravadas por tratamentos iniciais com tração, assim como forças de alongamento para áreas de hipermobilidade espinhal.

A dor na articulação temporomandibular (ATM) pode ser causada com o uso de presilhas cervicais, quando o apoio do queixo coloca muita força sobre a mandíbula.

Podem ser usados rolinhos de algodão entre os dentes de trás em caso de dor, e em pacientes que usam dentaduras não devem removê-las, porque a ATM é forçada numa posição de repouso anormal que pode ser traumatizada com a pressão.

Você conhece o nosso Drive Virtual de Conteúdo? Clique aqui e conheça!

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comment

facebook